Categorias
destaque Notícia

SunPatiens®: uma forração inigualável

É sabido que a “maria-sem-vergonha” – pessoalmente acho horrível chamá-la assim – é uma das plantas floríferas mais comuns nos nossos jardins. Classificada pelos botânicos como Impatiens walleriana o beijinho, como também é conhecida, é nativa da África oriental, de Quênia até Moçambique, passando por Zanzibar; é por esse motivo que sua sinonímia botânica é Impatiens sultani, em homenagem ao sultão de Zanzibar, bin Hamoud Mohammed, nomeado cavaleiro pela rainha Victoria. Na época o médico e naturalista britânico John Kirk, era cônsul geral nesse protetorado do Reino Unido e levou a planta em 1896 para Inglaterra. Mas tarde foi reclassificada como Impatiens Wallerana para honrar Horace Waller, um missionário britânico na África e membro da Royal Geographic Society.

Passados esses anos todos muitos aprimoramentos foram realizados para que esta herbácea perene – encontrada subespontânea em toda a Serra do Mar – se adequasse melhor nos nossos jardins. Os produtores de mudas criaram híbridos mais compactos e com novas cores, resultando em novos cultivares.

Um avanço tecnológico

Entretanto um novo e revolucionário híbrido de Impatiens, criado pela Sakata Seed Corporation, surgiu no mercado paisagístico para lograr canteiros floridos tanto sob sol pleno ou a meia sombra, prosperando praticamente em qualquer lugar e, por causa de seu vigor, em lugar de plantar 25 mudas por metro quadrado, como habitualmente se faz, apenas em torno de 7 mudas de SunPatiens formam, a cada metro quadrado, um maciço impressionante. Em uma época que a voz de ordem é sustentabilidade, a manutenção dos jardins deve ser econômica e ecologicamente viável, por isso é fundamental usar espécies resistentes mas que, mesmo vigorosas e duradouras, ofereçam um colorido atrativo que seduza o olhar. O SunPatiens é menos propenso a doenças porque as pétalas de suas flores permanentes são mais grossas e a folhagem mais resistente e, com seus caules fortes e robustos toleram baixas temperaturas, inclusive geadas leves, chuvas e ventos.

Este resultado genético oferece uma lista de características impressionantes:

  • Sistema radicular forte e agressivo, de desenvolvimento rápido mantendo-se firme após o plantio
  • Colorido contínuo sob ambas as condições, tanto sol pleno como sombra
  • Plantas robustas (90 a 120 cm de altura e até 90 cm de largura) são ideais para exibição de um maciço colorido
  • Com apenas um plantio pode passar por três estações, desde a primavera até uma geada forte, com pouca manutenção
  • Crescem rapidamente e são fáceis de cuidar
  • Sobressaem em condições quentes e úmidas
  • Não é necessário remover flores velhas – os novos brotos as cobrem rapidamente
  • Mantém um colorido excepcional até o final da temporada, enquanto outras flores anuais já passaram por seu pleno florescimento.

Deixo minha sugestão para que os escritórios de paisagismo especifiquem, cuidadosamente, as espécies recomendadas no projeto. No memorial qualitativo e quantitativo deve ficar claro o tipo de planta que será utilizada na implantação, assim como a preparação do solo e o manejo posterior, para que o resultado, ao longo do tempo, seja aquele que fora prometido pelo paisagista e, também, o pretendido pelo cliente.

Para mais informações sobre o SunPatiens, acesse: www.sunpatiens.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *